DEIXA A VEGETAÇÃO ENTRAR!

Digamos assim, bem resumidamente, que o homem “nasceu” em meio à natureza e com o passar do tempo foi se distanciando dela.

Hoje a maioria de nós vive em cidades, e o contato que temos com a vegetação muitas vezes se limita a algumas árvores espalhadas pelas ruas e a algum parque aqui e ali.

É essencial que as cidades tenham esses espaços arborizados e permeáveis, não apenas por uma questão de conforto visual, mas também de conforto térmico, já que a vegetação é capaz de criar microclimas que melhoram a sensação térmica no ambiente urbano.

Tão importante quanto percorrermos caminhos arborizados ou irmos a parques nos finais de semana é trazermos a vegetação para dentro de nossas casas e ambientes de trabalho. É inquestionável o quanto simples mudanças nesse sentido são capazes de trazer benefícios imensos.

Mas, então, nos deparamos com uma série de complicadores: quem mora em apartamento pode alegar não ter espaço, quem mora em casa, muitas vezes diz não ter tempo, e por aí vai.

Uma frase que sempre ouvimos é: “ter jardim dá trabalho”. Mas podemos garantir, o trabalho da manutenção vale a pena quando comparado aos benefícios que o contato com as plantas trazem, principalmente numa realidade em que todos vivemos olhando telas brilhantes.

Não à toa, empresas de tecnologia como o Google e o Facebook estão apostando em novos projetos para suas sedes, repletos de vegetação completamente integrada aos edifícios - até mesmo as novas lojas da Apple ganharam árvores, perfeitamente enfileiradas e em “cases” especialmente desenhados para elas, bem de acordo com o pensamento de design da marca.

Maquete da nova sede do Facebook, projeto do arquiteto Frank Gehry. [fonte da imagem]

Maquete da nova sede do Facebook, projeto do arquiteto Frank Gehry.

[fonte da imagem]

Projeto do escritório BIG para o novo GooglePlex. [fonte da imagem]

Projeto do escritório BIG para o novo GooglePlex.

[fonte da imagem]

Nova Apple Store, na Union Square, em San Francisco. Projeto: Foster + Partners. [fonte da imagem]

Nova Apple Store, na Union Square, em San Francisco. Projeto: Foster + Partners.

[fonte da imagem]

Mas em nosso cotidiano, ao contrário do que possa parecer, é bem possível criar espaços verdes que não irão demandar cuidados excessivos, ainda que em ambientes pequenos.

No caso do apartamento, que tal um jardim vertical na varanda ou na sala, com pequenos vasos presos em treliças na parede? Ou mesmo por que não investir em um único vaso de chão, com uma planta maior? Ou então, faça uma seleção de suculentas e coloque nos beirais da janela, elas dão bem pouco trabalho e já vão fazer diferença!

Vasos com suculentas. [fonte da imagem]

Vasos com suculentas.

[fonte da imagem]

Horta no apartamento. [fonte da imagem]

Horta no apartamento.

[fonte da imagem]

Jardim vertical e vasos na varanda pequena. [fonte da image]

Jardim vertical e vasos na varanda pequena.

[fonte da image]

Composição de vasos com plantas resistentes e de pouca manutenção! [fonte da imagem]

Composição de vasos com plantas resistentes e de pouca manutenção!

[fonte da imagem]

Se você está construindo uma casa num terreno pequeno, pode utilizar os espaços dos recuos obrigatórios para plantar grama, pequenos arbustos e forrações. Talvez, até, uma pequena árvore. Quanto mais permeável for o espaço livre do seu terreno, melhor para você, seus vizinhos e sua cidade. E permeável não significa apenas grama - que tal mesclar grama com um belo caminho de cascalho?

Pequeno jardim no recuo com cascalho. [fonte da imagem]

Pequeno jardim no recuo com cascalho.

[fonte da imagem]

Jardim no recuo. [fonte da imagem]

Jardim no recuo.

[fonte da imagem]

Num sobrado, aquele espaço que “sobra” embaixo da escada pode receber uma bela composição de vasos com plantas de diferentes tipos e tamanhos!

Composição de vasos sob escada. [fonte da imagem]

Composição de vasos sob escada.

[fonte da imagem]

E se você tem espaço, se dê de presente um belo jardim e também uma árvore frondosa na sua área de lazer, que pode te dar flores na primavera e talvez até alguma fruta (uma das minhas melhores lembranças de infância era subir na jabuticabeira do quintal da minha avó e descer com um balde cheio de jabuticabas fresquinhas!).

Área de lazer cheia de vegetação! [fonte da imagem]

Área de lazer cheia de vegetação!

[fonte da imagem]

Quintal com árvores frutíferas. [fonte da imagem]

Quintal com árvores frutíferas.

[fonte da imagem]

Não importa o tamanho do seu espaço ou a sua disponibilidade, se você prefere plantas que cresçam de maneira mais “desordenada” ou se quer manter sua vegetação perfeitamente alinhada, se o espaço que você tem é um quintal enorme, um recuo ou apenas o beiral de uma janela, com certeza existirá uma maneira de você trazer mais plantas para a sua vida.

É possível ter muitas ideias buscando referências na internet, pesquise quais os melhores tipos de planta para o efeito que você deseja, para a quantidade de insolação que seu ambiente recebe, para o tempo disponível que você tem para dar a manutenção. E se precisar, claro, peça ajuda a um arquiteto! Quem ganha, sem dúvidas, é você!

[fonte da imagem de abertura]